NÃO DEVEMOS INVEJAR A PROSPERIDADE DOS ÍMPIOS

image

' Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniquidade. Pois eles dentro em breve definharão como a relva e murcharão como a erva verde. '

( Salmos 37:1-2 )

O Salmo 37 é um dos que eu mais gosto. No entanto, ele começa com um alerta nada legal. Por que? Porque muitas vezes me sinto chateado com a vida. Vejo pessoas ruins, desonestas, prosperando de boa, enquanto parece que meus esforços são em vão.

Vivo sim aquela frustração quando vejo estas coisas acontecendo. Tento me convencer de que não é inveja. Trata-se apenas de indignação mesmo. Mas nem sempre é fácil lidar com estes sentimentos. Você já passou por isso?

No texto de hoje temos um lembrete para não deixar o aparente sucesso das pessoas maldosas ou ímpias desviar a nossa fé em Deus ou permitir desanimar o nosso espírito.

Com certeza estas pessoas tem suas vitórias, mas a Bíblia declara que são temporárias. As suas riquezas são como uma flor que murcha, e sua vida é como a grama que definha e morre logo.

Neste mesmo Salmo, temos palavras poderosas de confiança em Deus e Seu cuidado por nós.

Meu irmão e minha irmã, fiquemos firmes na Palavra de Deus, sem olhar para os lados, principalmente para a vida de pessoas erradas que prosperam. Vamos viver nossa vida dignamente, sabendo que teremos nossa recompensa de Deus. Amém?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo WhatsApp? Cadastre-se aqui!