JESUS INTERCEDEU POR NÓS

image

' Mas eu orei por você... '

( Lucas 22:32 )

Se pudéssemos assistir em um telão do tempo, estaríamos vendo Jesus em seus últimos instantes antes de ser traído, abandonado por todos, humilhado pelos seus inimigos, torturado e crucificado.

E, qual a preocupação de Jesus? Ele estava preocupado com Pedro, um dos que iam abandoná-lo. Jesus estava orando por Pedro. Mas Jesus não estava apenas numa preocupação passiva: Ele precisava agir. E agiu em duas direções.

A primeira em direção do Pai, quando intercede por um de seus discípulos mais chegados, mas também amigo pessoal. E a segunda na direção do próprio Pedro, quando lhe conta o que estava acontecendo nos bastidores da dimensão espiritual, da qual Pedro quase nada sabia.

Quando Jesus conta a Pedro o que ocorreu no mundo espiritual, tem a intenção de levar Pedro a outro nível de conhecimento. Poucos dias depois, Pedro assumiria a liderança daquele grupo. Não seria apenas um discípulo 'sanguíneo' e as vezes 'colérico'. Não seria apenas aquele que falava mais, que brigava mais, que se aventurava mais. E ele podia fazer tudo isso porque tinha Jesus como seu Mestre e orientador. Jesus o salvaria de qualquer situação complicada. Mas dali há alguns dias, mesmo sem saber, Pedro teria que pensar em todos aqueles discípulos que estariam perdidos, confusos, sem saber para onde ir, porque Jesus iria ser crucificado.

Para nós hoje é fácil olhar para trás e conhecer os detalhes da história. Mas Jesus estava preocupado com o posicionamento de cada um daqueles, quando Ele não estivesse mais presente. E Pedro precisava não apenas ser alertado: precisava ser preparado para CONHECER MAIS DAS QUESTÕES NO REINO ESPIRITUAL.

Eu tiro de lição deste texto que Jesus está sempre disposto a interceder pelos Seus. Se lermos atentamente João 17 veremos Jesus se envolvendo numa oração intercessória das mais significativas por todos aqueles que um dia ainda iriam crer nEle, incluindo nós. Isto é lindo: Sabermos que Jesus já tinha intercedido por mim e por você, enquanto estava ainda neste mundo.

Meu irmão e minha irmã, se a nossa vida ficar complicada, difícil a ponto de chegarmos a duvidar se Cristo nos ama, ou nos perdoa, ou nos quer, estas preciosas palavras nesta hora dramática na vida de Jesus devem selar para sempre nossa confiança no amor dele. SIM! Ele nos ama SIM! Ele nos perdoa SIM! Ele nos quer SIM! Creiamos nisso e vivamos o nosso melhor para Ele, porque Ele merece toda a nossa gratidão. Amém?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo WhatsApp? Cadastre-se aqui!