A RIQUEZA ILÍCITA É CAMINHO DE MORTE

image

' Os tesouros da impiedade de nada aproveitam, mas a justiça livra da morte. '

( Provérbios 10:2 )

A maioria de nós já pensou vez por outra em como seria a vida se fôssemos ricos. Você já pensou nisto? Já pensou no que faria se ganhasse um daqueles prêmios da loteria federal?

Não há nada de mal em ter dinheiro, aliás, muito dinheiro. Mas existem dois pontos que precisamos refletir: O primeiro grande problema é no que nos tornamos quando temos muito dinheiro. E o segundo grande problema, que é pior que o primeiro é a forma como ganhamos este dinheiro.

Vivemos dias em que se fala diariamente nas mídias (televisão, jornais, revistas, redes sociais) sobre corrupção em praticamente todas as esferas da sociedade. Está difícil em acreditar nos políticos, nos funcionários dos diversos segmentos da justiça ou do governo. A corrupção se generalizou e se banalizou tanto que não temos mais ideia de quem é honesto e de quem é corrupto.

O texto que pegamos hoje para a nossa meditação, fala que as riquezas, principalmente a riqueza adquirida através de meios gananciosos e maldosos, não duram. Esta é uma riqueza rançosa e apodrece o coração daquele que a adquire. O pior é que não pode salvar seu dono nem da morte, que muitas vezes chega precocemente. Por outro lado, a santidade, porém, é um tesouro muito mais precioso. A santidade do Deus Eterno, este presente dado a nós pela graça através da fé, é maior do que os limites da nossa mortalidade, e poderosa o suficiente para salvar a nossa alma da morte.

Meu irmão e minha irmã, quando estivermos diante da possibilidade de uma riqueza fácil, lembremos deste conselho de Salomão. Se for riqueza de forma honesta e justa, podemos nos aproveitar dela, mas do contrário, com certeza é caminho de morte. Amém?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo WhatsApp? Cadastre-se aqui!