QUERO FALAR PARA TODO O MUNDO!

image

'O meu coração ferve com palavras boas, falo do que tenho feito no tocante ao Rei. A minha língua é a pena de um destro escritor. Tu és mais formoso do que os filhos dos homens; a graça se derramou em teus lábios; por isso Deus te abençoou para sempre.'

( Salmos 45:1-2 )

 

Pensei muito quando li este texto. Sabe, quando estamos alegres, por ter sido socorrido num momento de grande aflição, ou quando chegou uma notícia muito boa em meio a tantas notícias ruins, a nossa alma se enche de alegria e nossa boca começa a cantarolar ou falar palavras boas. Falamos que o céu está mais bonito ou o sol mais brilhante ou as pessoas mais radiantes e assim vai. Não é mesmo?

O salmista havia acabado de passar por um destes momentos. Ele começa o salmo dizendo que estava cheio de ‘boas palavras’. Mas enfatiza que estas palavras se referem ao Rei (com R maiúsculo), ou seja, a Deus.

Deus lhe tinha dado um grande livramento, por isso, ele estava querendo falar disto aos quatro cantos da terra. Ele compara sua língua à pena dos mais hábil escritor, porque as palavras saiam de sua boca como que poesia. Ah! Que Deus lindo e tremendo!

Ele se sentia o mais feliz de todos os seres humanos, por ter recebido tal graça e socorro.

Nós também somos assim: Quando felizes, falamos coisas boas. Quando tristes e desesperados, falamos coisas feias. Precisamos prestar muita atenção no que a nossa boca anda falando.

Uma das virtudes mais lindas que o ser humano pode ter é a da gratidão. Ser grato àqueles que nos ajudam, é lindo. Mas ser gratos a Deus quando Ele, todos os dias nos tem sustentado, é tremendo.

Sabe, querido irmão e querida irmã, tem uma palavra de Jesus no Sermão do Monte, onde ele diz que Deus faz o Seu sol passar todos os dias sobre justos e injustos, e diz que Deus manda a Sua chuva descer sobre justos e injustos. O sol e a chuva são de Deus. Ele pode reter, se quiser. Mas não quer. Ele manda sobre todos, mas nem todos são agradecidos.

Não devemos esperar apenas os momentos dos grandes livramentos para nos lembrarmos de QUÃO GRANDE É O NOSSO DEUS.

Transformemos nossa língua é uma pena do mais hábil escritor, e declaremos com alegria, palavras amáveis a este Deus que merece toda a nossa gratidão e todo o nosso elogio. Amem?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo Whatsaap? Cadastre-se aqui!