BEM AVENTURADO O QUE TEME AO SENHOR - III

image

'LOUVAI ao SENHOR. Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR, que em seus mandamentos tem grande prazer. Aos justos nasce luz nas trevas; ele é piedoso, misericordioso e justo.'

( Salmos 112: 1 e 4 )

 

Se você ainda não leu as duas meditações anteriores, com base neste Salmo 112, recomendo ler, para entender melhor o que estou escrevendo.

Hoje quero focar o versículo 4, que começa dizendo: "Aos justos nasce luz nas trevas;"

Quantas e quantas vezes estamos vivendo uma situação extremada, onde tudo parece perdido e sem solução, nos deixando angustiados, desesperados, sem realmente saber o que fazer. Para estes momentos, aparece alguém para nos dizer que sempre tem uma luz no fim do túnel. Não é mesmo? É uma maneira de querer nos dar ânimo, esperança, nos encorajando a esperar mais um pouco, pois as coisas vão melhorar. Você já passou por isso? Eu já.

Mas este versículo 4 está dizendo muito mais do que isso. Diz que "Aos justos nasce luz nas trevas;". Não se trata apenas de esperar, de ter esperança, de caminhar mais um pouco, como que se as coisas se resolvessem por si só. Não... nada disso. A Palavra de Deus dá uma certeza: "Aos justos nasce luz nas trevas;". Se formos justos, não importa a intensidade das trevas, há de nascer luz. Luz que vem de Deus. E a luz que vem de Deus é solução para qualquer tipo de problema. Basta crermos nisso... no que nos diz a Palavra de Deus. Ah! E se eu não for 'tão justo assim?'. Bem, aí, em primeiro lugar precisamos entender o que a Bíblia quer dizer com ser justo. Muitas vezes nós transferimos os nossos conceitos para querer entender a Bíblia. O justo bíblico é muito diferente do justo popular. Por exemplo, a Bíblia diz que somos 'justificados' pela fé em Cristo Jesus. Justificado quer dizer: tornado justo. Então, precisamos ler mais a Bíblia, para não pensarmos que ser bonzinho, ajudar os outros, dar esmolas ou coisas assim é suficiente para sermos considerados "justos". Outra coisa muito importante é: Se mesmo assim, não nos consideramos tão justos assim... ótimo. Vamos orar e pedir a Deus que nos capacite a sermos justos do tipo que Ele quer. Pois assim sendo, com toda certeza, quando as trevas tentarem nos sufocar, vai nascer a luz de Deus e nos salvar. Amém?

Mas o versículo continua dizendo: ele é piedoso, misericordioso e justo. Sabe, o 'bem aventurado' declarado no versículo 1, além de tudo o que já mencionei a respeito dele, ainda é piedoso, é misericordioso e é justo. Piedoso é aquele que sente por seus semelhantes um amor respeitoso, e pratica atos inspirados por esse sentimento. Misericordioso é alguém que demonstra misericórdia, ou seja, que é compassivo e bondoso. É aquele que possui a capacidade de perdoar ofensas. E justo é aquele que age conforme a justiça, que sabe o que é certo e errado. Que não pende a balança para o lado do amigo, só porque é amigo, mas faz o que é certo. Isto, além do que já citei acima.

Sabe, meu irmão e minha irmã, podemos sim ser felizes, felicíssimos, muito felizes (bem aventurados) e nos tempos de intensa crise e dificuldade (trevas) vermos nascendo a luz de Deus sobre nós, trazendo soluções grandiosas, abrindo novos caminhos, fazendo acontecer verdadeiros milagres em nossa vida. Isto deve nos fazer ser piedosos, misericordiosos e justos, no meio de uma sociedade completamente comprometida com valores e conceitos totalmente desassociados dos princípios de Deus. Depende apenas de mim e de você.

Queremos ser felizes? Vamos praticar a Palavra de Deus. Amém?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo WhatsApp? Cadastre-se aqui!