COMO ESTÁ O RELACIONAMENTO ENTRE PAIS E FILHOS?

 

image

'E vós, pais, não provoqueis a ira de vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor'

( Efésios 6: 4 )

            Estamos vivendo momentos difíceis. A sociedade tem mudado. Os valores estão em constantes transformações. Os relacionamentos cada vez mais escassos e amizades superficiais, mantidas através de aparelhos eletrônicos, nas mídias sociais.

            Sinto falta das praças cheias de crianças nos finais de tarde a brincar enquanto suas mães conversavam entre si. Não faz muito tempo que isto acontecia, mas hoje tudo mudou.

            As crianças preferem jogar em tablets ou celulares e para isto só precisam do sofá da sala. As mães quando levam seus filhos ao parque, não buscam mais desenvolver ou manter amizades pessoalmente através de conversas, mas na maioria estão no WhatsApp, no celular, em grande maioria sem ao menos prestarem atenção em seus filhos e em suas brincadeiras. Os filhos por sua vez disputam com o WhatsApp a atenção de suas mães  e na maioria perdem para o celular.

            É comum hoje em dia estarmos no metrô e vermos mães com crianças de colo ou até maiores teclando seus celulares. Na maioria das vezes  elas estão tão conectadas em seus aparelhos que perdem a oportunidade de vivenciar a alegria de seus filhos em realizar descobertas  que para as crianças são fascinantes e que elas poderiam ser participantes destes momentos expressivos na vida de seu filho, mas que perderam e nem se deram conta, por estarem ligadas nas redes, que na maioria das vezes exibem futilidades.

            Dias atrás estavam comentando no metrô que uma mãe deixou o carrinho de bebê com a criança cair na via. Graças a Deus não aconteceu nada de grave com a criança, que foi resgatada pelos usuários do metrô que rapidamente puxaram o carrinho e sorte que a criança estava presa com o cinto. Mas por que ela deixou cair? Porque estava no celular e se distraiu.

            Estamos aqui destacando situações referentes a mães e filhos, mas existem muitas outras situações envolvendo essa nova forma de se comunicar.

            Fica aqui um alerta para os pais: Não percam de vista seus filhos. Sejam presentes. Promovam momentos de lazer com seus filhos. Gaste energia com eles, converse com eles, cultive amizade com seus filhos e isto fará a diferença na hora da crise. Amém?

 

 

 

Conceição Fernandes de Oliveira da Silva

Pastora da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo Whatsaap? Cadastre-se aqui!