CELEBRAI COM JÚBILO - I

image

'Celebrai com júbilo a Deus, todas as terras. Bendizei, povos, ao nosso Deus, e fazei ouvir a voz do seu louvor, ao que sustenta com vida a nossa alma, e não consente que sejam abalados os nossos pés.'

( Salmos 66:1,8e9 )

A palavra 'celebrar' significa festejar com grande alegria. Este salmo começa convocando todas as pessoas a 'celebrar com júbilo'. Imagine o tamanho da festa. Não é pouca coisa não. O salmista está empolgado, e deseja chamar a atenção das pessoas para que se ajuntem e festejem a Deus, por muitas e muitas razões.

No versículo 8, ele diz: "Bendizei, povos, ao nosso Deus...". Bendizer é falar bem. Não sei explicar, mas parece que é muito mais fácil e rápido, achar motivos para se falar mal do que para se falar bem. Você já pensou nisso? Quando queremos falar mal, os motivos se alistam em nossa mente rapidamente. Mas, quando precisamos elogiar, temos que parar e pensar, até ir encontrando as razões e feitos, que tal pessoa mereça ser 'bendita'. Não é mesmo? Talvez o salmista esteja tão acostumado a conviver com pessoas que passam dias, semanas, meses e jamais bendigam a Deus, por isso, ele faz uma convocação geral, chamando a atenção de todos para a importância de se parar um pouco e encontrar os motivos para bendizer e agradecer a Deus, por tudo o que Ele tem feito por nós.

O salmista continua: "...e fazei ouvir a voz do seu louvor...". Não basta achar motivos para falar bem de Deus. Estes motivos devem ser transformados em louvor. E não é aquele louvor tímido, guardado dentro da nossa alma ou mente. Eles precisam ser pronunciados em 'alto e bom som', para que os que estão à nossa volta, possam ouvir a nossa voz e entender os motivos de nosso louvor.

Mas, notem bem, como o salmista constrói a sua argumentação: "...e fazei ouvir a voz do seu louvor, ao que sustenta com vida a nossa alma, e não consente que sejam abalados os nossos pés.".

Sabe, meu irmão e minha irmã, aqui o autor deste salmo, coloca duas coisas tremendas:

(1) Devemos levantar a nossa voz em louvor, bendizendo a Deus por Seus feitos, a tal ponto que os que estão perto entendam os motivos de nossa atitude. Ao ouvirem nossos motivos, eles serão contagiados a fazer o mesmo. Em pouco tempo, muitas e muitas pessoas, estarão entoando uma celebração com júbilos, gritos de guerra, numa grande festa a Deus, porque Ele merece.

(2) Ao mesmo tempo, estas nossas palavras, precisam ser direcionadas àquele que tem sustentado a nossa alma e o nosso corpo. É aqui que a coisa fica linda. Mesmo estando em meio a uma grande festa, eu preciso conseguir discernir Deus e da minha maneira, eu lhe agradecer porque Ele tem cuidado de mim. Ele tem sido o motivo de ter alegria nesta vida, mesmo diante de tantas lutas e dificuldades. Ele tem me sustentado, dando saúde e forças para trabalhar, lutar, vencer e conquistar. Mesmo que tudo pareça tão difícil a ponto de, em alguns momentos, os meus pés estão a vacilar, Deus se faz presente, me renova e eu prossigo, até alcançar a vitória.

Tenho ou não tenho motivos para celebrar, jubilar e louvar a Deus? Com certeza tenho.

Da mesma forma que o salmista convoca as pessoas a celebrarem a Deus, eu quero te incentivar a, neste dia, você encontrar teus motivos e agradecer com toda a tua alma, a Deus, pelo que Ele tem feito em tua vida. Amém?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo Whatsaap? Cadastre-se aqui!