ME DERAM MAL PELO BEM QUE OFERECI

image

'Ó DEUS do meu louvor, não te cales, Pois a boca do ímpio e a boca do enganador estão abertas contra mim. Têm falado contra mim com uma língua mentirosa. Eles me cercaram com palavras odiosas, e pelejaram contra mim sem causa. Em recompensa do meu amor são meus adversários; mas eu faço oração. E me deram mal pelo bem, e ódio pelo meu amor.'

( Salmos 109:1-5 )

 

Esta é uma história que eu já vivi. 

Começo hoje esta meditação, contando uma experiência triste que passei há alguns anos, com um casal que ajudei, aconselhei, apoiei quando a maioria os rejeitavam, e no final, mentindo e enganando, se colocaram como meus inimigos. Na época, fiquei muito magoado com o que me fizeram, pois algo estranho aconteceu. Todo sentimento que tinham de gratidão, por tudo o que lhes tinha feito, se transformou em ódio e perseguição.

Não foi fácil viver aqueles tempos. Uma avalanche de coisas ruins sobrevieram sobre minha vida e família. Em meio a tantas outras dificuldades,  ainda estava sofrendo aquela injustiça. Como entender ? Como aceitar ? Como explicar ?

Mas o salmista faz sua oração, e pede de Deus uma ação em seu favor.

As vezes Deus demora para nos responder, porque nós mesmos precisamos 'processar' o que está nos ocorrendo. É mais fácil sofrer a pena quando reconhecemos que erramos, mas aceitar a injustiça ? Isto não. E como entender a injustiça sem sofrê-la ? E como aprender sobre o perdão, sem o dano ? E como aconselhar com propriedade sem passar pela experiência ?

É, meu irmão e minha irmã, as maiores lições da vida, são aquelas aprendidas com dor e sofrimento. Enquanto maior o dano, mais difícil de se perdoar. Enquanto maior a dificuldade de se perdoar, tanto mais profundo é o entendimento do sacrifício de Jesus em pagar o preço de nossa reconciliação com Deus e seu perdão por nós pecadores, demonstrado na cruz. Se Jesus me perdoou, como não perdoar ? Se Deus tanto me amou, como não amar ? Creio que a nossa maior lição neste dia é revermos nossa história, nossos sofrimentos sem causa e toda injustiça sofrida, e colocarmos tudo isto diante de Deus. Não pedindo que Deus 'detone' aqueles que nos magoaram, mas pedindo que Ele nos ajude a perdoar, para podermos seguir em frente.

A falta de perdão é como uma bola de ferro presa em nossos pés, nos impedindo de andar. Perdoar é se libertar. Difícil de entender, mas necessário para se viver. Vamos refletir sobre isso neste dia ? Amém ?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

 

.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo Whatsaap? Cadastre-se aqui!