SEDE DE DEUS

image

'ASSIM como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?'

( Salmos 42:1-2 )

 

Há muitos anos me identifiquei com este salmo. Ele faz declarações que tem tudo a ver comigo.

Recentemente, pesquisando sobre a vida do CERVO, descobri algumas coisas interessantes. Por exemplo, o cervo é um animal que transpira muito e exala um cheiro forte. Este cheiro atrai os predadores, por isso, o cervo por instinto de sobrevivência precisa de água, para banhar-se e tirar o cheiro do suor. Outro detalhe importante é que o olfato do cervo é extremamente aguçado, ou seja, ele sente o cheiro das águas a quilômetros. A maioria de nós, acha que a água não tem cheiro, mas os cervos e algumas outras espécies, 'pensam' diferente.

O salmista, ao escrever estas linhas, faz uma comparação desta característica do cervo com sua própria alma. Da mesma forma que para aquele animal as águas eram uma fonte de sobrevivência, a sua alma também tinha uma necessidade de Deus.

Continuando a leitura neste salmo, vamos ver que algo aconteceu. O autor fala de tempos que ele conduzia outros para os cultos no templo, em meio a festas, cânticos e muita alegria. Mas alguma coisa ocorreu e ele estava impedido de ir ao templo. Uma doença ? Um acidente ? Um desentendimento ? Uma decepção com alguém a ponto dele não estar indo ao culto no templo ? Não temos os detalhes. Apenas sabemos que por alguma razão forte, o salmista sentia saudade dos tempos que estava lá no meio da congregação, dirigindo o culto e os louvores.

O texto passa a ideia de que não se trata apenas de estar com as pessoas. Era algo muito maior. Ele verdadeiramente sentia falta de prestar um culto a Deus lá no templo. Havia algo de especial em prestar o culto no templo, o que não era a mesma coisa de prestar o culto em casa.

Eu já vivi situações assim. Entendo o salmista. Eu que já vi tantas coisas acontecendo nos templos, posso dizer que tem pessoas que, quando impedidas de estarem lá no culto, se sentem 'desesperadas por algo mais'.

Sabe meu irmão e minha irmã que está lendo estas minhas palavras... talvez você seja uma dessas pessoas que um dia esteve no templo, desta ou daquela igreja, e por algum motivo forte, se sentiu impedido de continuar indo. Ou ainda, por se decepcionar com pessoas, com lideranças e coisas assim, terminou decidindo não ir mais aos cultos. E o culto que num primeiro momento você achou que poderia fazer sozinho (a) em casa, acabou por não acontecer, e aos poucos, sua alma foi se enfraquecendo até ficar apenas aquele sentimento de solidão e abandono.

Quero dizer que a tua alma está gritando que tem SEDE DE DEUS. Faça algo importante: Liberte-se de toda tristeza, amargura, ressentimento ou qualquer outro sentimento que tem te impedido de ir ao culto, ao templo, e encontre forças lá no fundinho de tua alma, para prestar um culto a Deus, com alegria.

Deus está apenas esperando você dizer que tem SEDE dele, e que ainda O quer servir. Não permita que nada atrapalhe a tua busca por Deus.

Lembre-se do cervo, que precisa das águas para tirar o cheiro do suor que atrai seus predadores. Nós seres humanos também temos predadores de nossa alma. Devemos buscar a Deus, nos saciarmos com Sua presença e nos banharmos nas águas espirituais (que é a Palavra de Deus), a fim de evitarmos que algum predador de alma nos destrua, não apenas nossos sonhos e projetos de vida, mas principalmente o desejo de servir a Deus com toda a alegria da alma. Amém ?

Tenha um dia abençoado e até a próxima.

.

 

 

 

Devanir Caetano da Silva

Pastor da Igreja Restauração em Cristo

Quer receber nossas meditações diariamente pelo Whatsaap? Cadastre-se aqui!